13 Dezembro    



 

Depois Jesus foi pelas cidades e povoados e ensinava, prosseguindo em direção a Jerusalém. Alguém lhe perguntou: “Senhor, serão poucos os salvos?”Ele lhes disse: “Esforcem-se para entrar pela porta estreita, porque eu lhes digo que muitos tentarão entrar e não conseguirão. Quando o dono da casa se levantar e fechar a porta, vocês ficarão do lado de fora, batendo e pedindo: ‘Senhor, abre-nos a porta’.“Ele, porém, responderá: ‘Não os conheço, nem sei de onde são vocês’. “Então vocês dirão: ‘Comemos e bebemos contigo, e ensinaste em nossas ruas’. “Mas ele responderá: ‘Não os conheço, nem sei de onde são vocês. Afastem-se de mim, todos vocês, que praticam o mal!’ “Ali haverá choro e ranger de dentes, quando vocês virem Abraão, Isaque e Jacó, e todos os profetas no Reino de Deus, mas vocês excluídos. Pessoas virão do oriente e do ocidente, do norte e do sul, e ocuparão os seus lugares à mesa no Reino de Deus. De fato, há últimos que serão primeiros, e primeiros que serão últimos”.

Lucas 13:22-30

Pensamento: A pergunta do homem “Senhor, serão poucos os salvos?” reflete curiosidade. E muitos são curiosos para saber o que é necessário para seguir Jesus. Muitos buscam respostas sobre curiosidades na Bíblia ou sobre questões importantes como a vida após a morte. Muitos têm interesse até em estudar a Bíblia para compreender as profundas verdades nela reveladas. Mas, Jesus nos lembra que curiosidade e interesse não fazem um discípulo. É preciso esforço e determinação para entrar no Reino. Quando Jesus fala daqueles que não entrarão, não é porque Deus não permitiu, mas, porque esperaram até tarde demais. Quando viram o que perderam, já não havia mais chance de entrar. Aí, a vontade será grande, mas, ela não abrirá as portas do céu. Freqüentar a igreja e conviver com outros Cristãos é como aqueles que disseram que comiam e bebiam com Jesus. Podemos conhecer muita coisa sobre Jesus, mas, ele não procura alunos, e sim discípulos. Jesus quer seguidores, pessoas que estão dispostas a entregaram tudo para ele. É justo. Não foi isso que ele entregou por nós?

Oração: Santo e amoroso Deus, obrigado por estas lembranças que Jesus nos trouxe do quão preciosa é a vida eterna. Só o Senhor sabe o quanto precisamos acordar para o perigo que corremos. Ajude-nos a não presumir quanto à graça do perdão que Jesus oferece, pois custou tudo a Ele. Qualquer esforço nosso aqui é pouco em comparação. Certos de que o Senhor nos dará toda a força que precisamos, agradecemos e oramos em nome de Jesus. Amém.

Dennis Downing é o autor do devocional diário "Jesus disse...",
Copyright © 2006-2009, Dennis Downing. Todos os direitos reservados. As citações bíblicas são da Nova Versão Internacional (Nda Sociedade Bíblica Internacional (www.sbibrasil.org.br), salvo indicação em coário.